FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 21 Abr 2010

Valença: Centro de Saúde atendeu quase 23 mil casos urgentes em 2009 segundo número de enfermeiros

Os enfermeiros do Centro de Saúde de Valença divulgaram ontem estatísticas que apontam para um total de 22937 atendimentos nos serviços de urgência daquela unidade […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Os enfermeiros do Centro de Saúde de Valença divulgaram ontem estatísticas que apontam para um total de 22937 atendimentos nos serviços de urgência daquela unidade o que, afirmam, “contraria categoricamente” os dados do ministério da saúde sobre a sua utilização. “Destes quase 23 mil atendimentos urgentes e emergentes, temos uma média, no período nocturno, de 16 utentes. Bem longe dos números do ministério, de 1,7”, afirmou à Geice Fernando Moreno, porta-voz dos Enfermeiros de Valença. Acrescenta que nos atendimentos urgentes, o centro de saúde de Valença vinha registando uma média de crescimento de 30% a cada dois anos.

 Apesar de 2007 o INEM “desviar” os utentes urgentes de Valença para o serviço pré-hospitalar, Fernando Moreno sublinha que os números do ano passado comprovam que em Valença não existia uma consulta de Serviço Atendimento Permanente familiar, mas uma “verdadeira urgência”, que funcionava com um total “suficiente” de cinco enfermeiros. “De certeza que a Tutela não tem conhecimento destes movimentos, ou então quer acabar com um serviço com esta utilidade”, apontou ainda o enfermeiro. Os números agora divulgados pelos enfermeiros de Valença foram ontem mesmo enviados para o presidente da Ordem dos Enfermeiros – Secção Norte e assim “comprovam que esta unidade de saúde atendia serviços de emergência e de urgência”. Dados que surgem na sequência de, na passada quinta-feira, a Ordem dos Enfermeiros ter emitido um parecer positivo quanto ao encerramento do Serviço de Atendimento Permanente de Valença. “Infelizmente os dados que suportaram o parecer da Ordem dos Enfermeiros não eram credíveis e por isso esta foi erradamente tomada. Espero agora uma reformulação da posição assumida, tendo em conta o que são os reais dados que os profissionais de Valença agora compilaram”, afirmou Fernando Moreno. Ainda assim, os enfermeiros do Centro de Saúde de Valença não esconderam a “indignação” com o parecer positivo dado pela Ordem, sendo certo que ficou a garantia de que a instituição vai rever o seu posicionamento sobre esta matéria. Apesar disso, o enfermeiro lamenta que este parecer positivo tenha sido emitido sem que sequer fossem ouvidos os enfermeiros do Centro de Saúde de Valença.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts