FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 21 Abr 2010

Viana: Vereadores do PSD exigem parecer sobre constitucionalidade de portajar a A28

António Carvalho Martins, vereador do PSD na Câmara de Viana do Castelo exigiu, esta Segunda-feira na reunião de Câmara, que o executivo peça um parecer […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

António Carvalho Martins, vereador do PSD na Câmara de Viana do Castelo exigiu, esta Segunda-feira na reunião de Câmara, que o executivo peça um parecer jurídico sobre “a constitucionalidade de portajar a A28″, que liga Viana ao Porto. De acordo com o vereador da oposição, “esta foi uma via construída com fundos comunitários e sem o objectivo de incluir portagens”, por isso, Carvalho Martins acredita que se possa concluir, “através de uma análise jurídica, que a A28 não poderá tornar-se numa via com portagens”: O vereador da oposição criticou ainda, o dinheiro gasto no parecer jurídico que a Câmara pediu sobre as verbas não atribuídas pela Comunidade Intermunicipal Minho – Lima ao município e afirmou que, “foi um dinheiro mal gasto e que para nada serviu”, sendo que o “município está a um passo de integrar esta Comunidade urbana do distrito”, referiu Carvalho Martins.

Já Aristides Sousa, do CDS-PP criticou, “a falta de empenho dos deputados do PSD e do PS eleitos pelo distrito”, na luta contra a introdução de portagens na A28, nomeadamente para a marcha lenta realizada no passado Sábado. O vereador do CDS-PP apela a um maior empenho na luta contra as portagens na A28, por parte dos deputados na Assembleia da Republica eleitos pelo por Viana do Castelo. Centenas de ligeiros e pesados provenientes de três SCUT’S nortenhas realizaram uma marcha lenta este sábado terminando na cidade do Porto. A coluna mais extensa foi a que se iniciou na A28, em Viana do Castelo, e que levou mais de duas horas a chegar até à Avenida dos Aliados. Na partida da marcha desde Viana do Castelo, Vítor Lemos, vice-presidente da Câmara de Viana, afirmou que a autarquia continua à espera de respostas por parte do Ministro das Obras Públicas.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts