FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 06 Mai 2010

José Maria Costa diz que adesão foi “por amor”

Foi formalizada esta quinta-feira a entrada de Viana do Castelo na Comunidade Intermunicipal do Alto-Minho e na primeira reunião com todos os dez municípios do […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Foi formalizada esta quinta-feira a entrada de Viana do Castelo na Comunidade Intermunicipal do Alto-Minho e na primeira reunião com todos os dez municípios do distrito ficou aprovada desde logo a abertura de um concurso na área de mobilidade territorial. Viana do Castelo já poderá concorrer, como assinalou Rui Solheiro, lembrando ser esta uma prova da união dos autarcas em torno da CIM.

 
Rui Solheiro sublinha ainda que os nove municípios, precavendo a situação de Viana, não comprometeram os interesses da capital de distrito, que por isso vai continuar a ter direito aos cerca de 12 milhões de euros a contratar pela CIM, gerindo os fundos comunitários. “Temos pressa em conquistar um futuro melhor”, afirmou Rui Solheiro. Na origem da adesão de Viana à CIM está a alteração aos estatutos, obrigando agora à tomada de decisões por consenso dos dez municípios. José Maria Costa, autarca de Viana que foi recebido pela primeira vez pelos restantes nove colegas da CIM, garantiu no final tratar-se de “um casamento por amor”, a adesão agora concretizada. “Penso que neste momento estão criadas as condições, pretendemos contribuir com as nossas propostas para que a CIM possa melhorar as condições dos cidadãos”, reiterou José Maria Costa.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts