FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 13 Mai 2010

Monção: Sindicato dos Trabalhadores da Hotelaria interpôs providência cautelar contra a Residencial Fonte da Vila

O Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Norte interpôs, no Tribunal do Trabalho de Viana do Castelo, uma providência […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Norte interpôs, no Tribunal do Trabalho de Viana do Castelo, uma providência cautelar contra a Residencial Fonte da Vila, em Monção. Em causa está uma alteração dos horários dos trabalhadores em que, por exemplo, à mãe de uma criança menor foi imposto um horário nocturno. Francisco Figueiredo diz que estas alterações foram feitas à revelia da lei, daí o recurso aos tribunais para tentar resolver a situação.

 
Recorde-se que o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria do Norte acusou há dias esta mesma residencial de estar a discriminar as mulheres que lá trabalham. De acordo com Francisco Figueiredo, a Residencial está actualmente a pagar às mulheres que trabalham na empresa menos 300 euros do que aquilo que paga, pelas mesmas funções, aos homens, entre outras acusações. Como tal entende que estas últimas alterações de horários são um “afrontamento aos trabalhadores por reclamarem e por lutarem pelos seus direitos”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts