FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR

Categoria

25 Mai 2010

Monção: Viaduto que custou mais de 100 mil euros ao Estado demolido por erro de projecto em 1995

Pedro Xavier

Acessibilidade

T+

T-

Contraste Contraste
Ouvir
Um viaduto construído no concelho de Monção em 1995 mas por onde “nunca passou nenhum automóvel” por falta de acessos e que por isso servia […]

Um viaduto construído no concelho de Monção em 1995 mas por onde “nunca passou nenhum automóvel” por falta de acessos e que por isso servia apenas para colocar propaganda vai ser demolido, segundo a recente decisão da Estradas de Portugal, que assim coloca um ponto final numa das histórias mais caricatas da região. Para trás ficam anos de críticas e um investimento, à data, de mais de 100 mil euros que nunca serviu para nada. “Foi um aborto de investimento. Nunca vi nenhuma estratégia para aquilo, não tinha sentido”, começou por apontar o actual autarca de Monção, José Emílio Moreira, agora que o Executivo acaba de aprovar, a pedido da Estradas de Portugal, a posição de “não oposição” à demolição do viaduto.

Em causa o viaduto situado no Lugar da Pousa, freguesia de Monção, construído pela Estradas de Portugal para integrar uma futura variante que permitisse o atravessamento da movimentada EN-101 sem ser necessário utilizar um perigoso cruzamento ali existente. O problema é que, diz Emilio Moreira, por um alegado erro de projecto da Câmara ou direcção de Estadas da altura, o viaduto foi implantado entre uma importante quinta de vinho Alvarinho e um aglomerado habitacional que “não comporta aumento de trânsito”. Ou seja, havia viaduto, mas sem acessos. “Foi um erro de projecto ou uma grande antecipação do futuro. O melhor é alugar ou vender, com as eleições até é um sítio porreiro para colocar propaganda”, chegou a afirmar o autarca de Monção, acrescentando: “Ali só servia para por roupa a secar”.

Últimas Noticias

Últimos Podcasts

online casino Portugal