FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 15 Mai 2010

“Querem destruir os Estaleiros” – Jerónimo de Sousa em Viana

O Secretário-geral do PCP participou sábado na 8.ª Assembleia da Organização Regional de Viana do Castelo, encontro que serviu para fazer o balanço dos últimos […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O Secretário-geral do PCP participou sábado na 8.ª Assembleia da Organização Regional de Viana do Castelo, encontro que serviu para fazer o balanço dos últimos três anos de actividade política. Com a presença de Jerónimo de Sousa foi eleita ainda a nova Organização Regional do PCP, que continua a ser encabeçado por Filipe Vintém. Portagens e Estaleiros Navais de Viana do Castelo foram os temas centrais da intervenção do líder comunista.

 
“Querem destruir os ENVC para depois nos dizerem que já não podemos transportar mercadorias pelo mar porque já não sabemos construir barcos”, assinalou, a propósito da “jóia coroa da actividade marítima” em Portugal. Jerónimo de Sousa, que destacou sempre a importância da empresa, que atravessa a mais grave crise da sua história, e o seu peso no panorama local, ao movimentar 20 milhões de euros em salários. “Mas os estaleiros são um garante de soberania nacional”, disse ainda. Sobre a privatização da empresa pública Jerónimo de Sousa questionou: “Vão aparecer mais encomendas? O Estado vai dar ordem para os navios encomendados seguirem para a Marinha? O que é preciso é uma gestão que ponha fim à ruinosa atitude dos sucessivos Governos de esvaziarem esta unidade”, assinalou, lembrando que também no passado outros tentaram privatizar a empresa. “Foi a luta dos trabalhadores e do povo de Viana que derrotaram essas tentativas. Também agora será assim”. A introdução de portagens na A28, entre Viana e Porto, foi outro dos temas abordados por Jerónimo de Sousa no encerramento do encontro distrital, com o líder comunista a desafiar o ministro das Obras Públicas a viajar pela Estrada Nacional 13 para “confirmar” a “falta de alternativas” para aquela viagem.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts