FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 27 Mai 2010

Saúde: ULSAM pagou em 2009 7,1 milhões de euros em horas extraordinárias

A Unidade Local de Saúde de Viana do Castelo pagou, em 2009, mais de 5,8 milhões de euros de horas extraordinárias a médicos, o que […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Unidade Local de Saúde de Viana do Castelo pagou, em 2009, mais de 5,8 milhões de euros de horas extraordinárias a médicos, o que representa uma subida de 5,73 por cento em relação ao ano anterior. Quanto aos enfermeiros, o custo do trabalho extraordinário ascendeu a 800 mil euros. No total, entre todos os profissionais, a ULSAM, entidade que agrega os hospitais de Viana do Castelo e de Ponte de Lima e todos os centros de saúde do Alto Minho, pagou 7,1 milhões de euros de trabalho extraordinário, em 2009.

 
A ULSAM tem 2621 funcionários, dos quais 528 são médicos e 861 enfermeiros. As remunerações totais atingiram o valor de 85,3 milhões de euros. Os números constam do Relatório e Contas da ULSAM, entidade que em 2009 teve resultados operacionais de 1,69 milhões de euros positivos e resultados líquidos de 1,49 milhões de euros positivos. Em termos de investimentos, dos 10,61 milhões de euros programados para 2009, foram realizados 6,62 milhões, representando uma taxa de execução de 62,5 por cento. A diferença é justificada pelo atraso no início de alguns projectos, como a climatização do Hospital de Santa Luzia e a Unidade de Saúde Familiar Gil Eanes, prevista para a cidade de Viana do Castelo.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts