FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 06 Jun 2010

Bombos e Folclore de Viana fazem sucesso na Expo de Xangai

O rancho e o grupo de bombos portugueses que este domingo participaram na Expo 2010, em Xangai, na China, garantem que nunca lhes tiraram tantas […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O rancho e o grupo de bombos portugueses que este domingo participaram na Expo 2010, em Xangai, na China, garantem que nunca lhes tiraram tantas fotografias por minuto como neste certame. A Arruada Minhota de Viana do Castelo e o Rancho Folclórico Lavradeiras da Meadela foram convidados para fazer a animação de rua no Dia de Portugal, que hoje se assinalou no calendário da exposição mundial.

A Expo 2010 ultrapassou no sábado a barreira dos 10 milhões de visitantes (tantos quantos os habitantes de Portugal), quase todos asiáticos, e tem como objetivo ser a exposição mais visitada de sempre. “Não esperava este ambiente. É indescritível”, referiu José Trigueiro, responsável pelo grupo de folclore, enquanto apresentava danças perto do pavilhão de Portugal. Apesar de a coletividade já ter viajado pelos quatro cantos do mundo, nunca foi acolhida por tanta gente, sublinhou. “Há imensa gente que quer dançar connosco e tirar milhares de fotos e filmes”, descreveu José Trigueiro. O sol cada vez mais abrasador das tardes de Xangai não faz mudar de ideias os visitantes, que ora querem danças, ora ouvem os bombos da Arruada Minhota e vão ao encontro deles, a correr, de máquina fotográfica em punho. “Estão permanentemente a solicitar fotografias”, descreveu Rui Nascimento, um dos responsáveis pela arruada, onde veste o disfarce de “cabeçudo”, lado a lado com outros sete, entre os quais Jorge Ferreira. “Foi a primeira vez que fui cabeçudo e logo em Xangai”, contou à agência Lusa. “Numa das vezes, já nem caminhar podíamos porque eles queriam vir ter connosco e bloqueavam-nos o caminho”, referiu Rui Nascimento. “De tal forma que nos sentimos bichos raros”, acrescentou Jorge Ferreira. A Arruada Minhota trabalha com 43 crianças e jovens, dos oito aos 21 anos, internados em unidades de acolhimento. O programa cultural do Dia de Portugal na Expo 2010 incluiu concertos com Mariza e o projeto Amália Hoje. Para segunda feira está marcado um outro, o primeiro de uma digressão pela China de António Chainho à guitarra portuguesa.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts