FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 17 Jun 2010

Eiffel: Ponte vai voltar a fechar depois de 14 ME gastos em 21 meses de obras

Dois anos e meio depois, as obras vão regressar à ponte Eiffel de Viana esta segunda-feira, que apesar dos 14 milhões de euros de investimento […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Dois anos e meio depois, as obras vão regressar à ponte Eiffel de Viana esta segunda-feira, que apesar dos 14 milhões de euros de investimento que sofreu, apresenta hoje o ferro do tabuleiro à vista. Em Outubro de 2007 concluíram-se 21 meses de trabalho e de interrupção de trânsito mas as obras estão agora de volta, com o “corte total” da circulação entre 21 e 27 de Junho, desta vez para “repor o pavimento” e após um primeiro cancelamento da obra, que chegou a estar agendada para Maio.
 
 

 

 
Segundo José Maria Costa, presidente da autarquia, esta intervenção precisa de garantias de tempo seco e de “uma certa temperatura” para que as “resinas” a aplicar no piso “possam actuar”, daí ter sido cancelada em Maio. O autarca disse ainda que a Refer vai fazer uma intervenção, ao longo de sete meses, para reparação das grades, danificadas em alguns pontos na sequência de despistes. A estrutura chegou a ser apresentada como uma “nova ponte” pelo então ministro Mário Lino, e apesar dos mais de 14 milhões de euros gastos apresenta hoje buracos em vários pontos do piso, situação que ameaça qualquer condutor menos habituado. “Desta vez esperamos que se garantam as condições eficácia deste pavimento”, anunciou José Maria Costa. Em causa estão obras no tabuleiro rodoviário da ponte Eiffel com vista ao revestimento integral do piso, que actualmente se apresenta descascado. Piso descascado, buracos de centímetros e zonas onde o ferro “já está à mostra” com “riscos para quem lá circula”, são algumas das preocupações reveladas pelos utentes. O tabuleiro rodoviário da ponte Eiffel reabriu a 30 de Outubro de 2007 após quase dois anos de obras de reforço e alargamento. O fecho da ponte acontece na manhã da próxima segunda-feira e prolonga-se até ao domingo seguinte. Segundo a autarquia, as alterações de trânsito foram alvo de uma planificação de todas as medidas mitigadoras, tendo sido efectuadas reuniões com as juntas de freguesia da zona urbana e da margem sul e ainda com as forças de segurança e protecção civil. Neste período, a ponte da A28 sobre o rio Lima será a única alternativa de atravessamento.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts