FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 08 Jun 2010

Já há formas de pagamentos previstas para a A28 a partir de Julho

O secretário de Estado das Obras Públicas anunciou esta terça-feira que os utentes das três SCUT terão à sua disposição três modalidades para fazer o […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O secretário de Estado das Obras Públicas anunciou esta terça-feira que os utentes das três SCUT terão à sua disposição três modalidades para fazer o pagamento das portagens a partir do dia 01 de julho. “Há três modalidades [de pagamento] que estarão disponíveis: a já tradicional, associada a um débito em conta bancária pela Via Verde, e duas modalidades novas, um pré-carregamento com contrato, ou seja, sem anonimato, e um pré-carregamento com anonimato”, explicou o secretário de Estado Paulo Campos.

O governante disse que o pagamento de portagens nas SCUT (autoestradas sem custos para o utilizador) Norte Litoral, Grande Porto e Costa da Prata será feito por via eletrónica, pelo que os utilizadores destas vias terão que usar um identificador próprio, que “será gratuito nos seis primeiros meses”. “Quem já tem Via Verde não terá que fazer absolutamente mais nada para continuar a andar nas autoestradas onde serão introduzidas portagens. Quem não tem e queira andar nestas autoestradas terá que dirigir-se a um dos postos de venda” dos identificadores, detalhou. Os CTT e a Via Verde são, para já, dois dos locais onde poderão ser adquiridos os identificadores. De acordo com o secretário de Estado, as viaturas estrangeiras que circulem nas três SCUT também “terão que usar um identificador e os carros novos que saiam dos stands a partir do dia 01 de junho passarão também a ter o identificador”. O governante disse que “durante esta semana serão publicados todos os diplomas que ainda faltam relativamente a esta matéria” e que “na segunda feira os agentes que irão implementar estas soluções no terreno também anunciarão todas as modalidades em que se irá processar o pagamento”. Sobre o preço que será pago por quilómetro (0,06671 euros, um valor a que acresce IVA) Paulo Campos afirmou tratar-se de “um valor de referência que serve para todas as autoestradas” e deu um exemplo: “Na A1, entre Albergaria e o Porto, paga-se uma portagem de 3,15 euros. Se circular na SCUT entre o mesmo ponto, vai pagar uma portagem de 2,95 euros.” “São valores que estão muito próximos”, concluiu. O Governo fixou em oito cêntimos por quilómetro o valor de referência a cobrar nas SCUT A28, A29, A41 e A42, preço igual às autoestradas já com portagem. De acordo com resoluções do Conselho de Ministros publicadas sexta feira em Diário da República, o valor de referência, para a classe 1, a aplicar nas quatro autoestradas, será de 0,06671 euros por quilómetro, a que acresce 21 por cento de IVA (somando pouco mais de oito cêntimos).

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts