FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 28 Jul 2010

Incêndios: MAI diz que o Alto Minho vai ter reforço de meios à medida das necessidades pontuais

O Ministro da Administração Interna esteva esta quarta-feira no Minho para deixar “algumas palavras de reconhecimento e de animo” a todas as entidades que, especialmente […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O Ministro da Administração Interna esteva esta quarta-feira no Minho para deixar “algumas palavras de reconhecimento e de animo” a todas as entidades que, especialmente este mês, estiveram envolvidas na prevenção e combate de fogos florestais. Embora tenha ouvido que na região há algumas carências em termos de meios materiais e humanos, o Ministro recordou que o actual dispositivo de combate a fogos é “maleável”, pelo que permite a rápida deslocação de meios de apoio ao combate às chamas.

 
Refira-se que nos últimos dias o distrito de Viana do Castelo foi reforçado com 5 grupos de vindos de diversos pontos do país, num total de 125 homens, isto para além do apoio de dois aviões provenientes de Espanha, e que estiveram envolvidos no combate a mais de meio milhar de fogos. Em Julho o concelho de Arcos de Valdevez foi o recordista em termos de ignições, com um total de 95, logo seguido de Viana do Castelo com 88 ignições. O concelho menos afectado foi o de Vila Nova de Cerveira, com apenas 8 ignições registadas. Refira-se ainda que, de acordo com dados da Protecção Civil, 30% dos incêndios declarados no mês de Julho começaram durante a noite.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts