FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 24 Jul 2010

“A Ronda merece mais apoio” reclama líder em dia de festa dos 50 anos

No dia em que assinalava os 50 anos de história, a Ronda Típica da Meadela recebeu, da Junta de Freguesia, um voto de louvor pelos […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

No dia em que assinalava os 50 anos de história, a Ronda Típica da Meadela recebeu, da Junta de Freguesia, um voto de louvor pelos serviços prestados à comunidade e por levar o nome da localidade a todo o mundo. “Uma instituição a preservar”, explicou Américo Carvalhido, o autarca da Meadela, ao entregar o louvor, aprovado na Junta e Assembleia de Freguesia, durante a cerimónia evocativa dos 50 anos da Ronda. “É uma instituição que está na freguesia há 50 anos, que leva o nome da Meadela a todo o País e ao estrangeiro. Sempre que é chamada a colaborar com a freguesia nunca diz que não. Tem um mérito muito grande na freguesia”, acrescentou o autarca.

A Ronda Típica da Meadela, fundada em 1960 pelo etnógrafo José Figueiras, assinalou este sábado os cinquenta anos de história, com uma sessão solene que também contou com a declamação de um texto original e concertinas. O destaque maior foi para a apresentação de uma medalha comemorativa dos 50 anos da instituição. “São anos de trabalho sério, que sempre foi o nosso propósito. Estou na Ronda desde 1981 e sinto que valeu, e vale, a pena porque o grupo tem atingido os objectivos, de divulgar os usos e costumes da Meadela com a maior pureza possível”, explicou Laurinda Figueiras, líder da instituição. “Ás vezes acho que não somos tão acarinhados como deveríamos ser. Temos mais de trinta actuações por ano, muitas actividades na cidade e na freguesia. Por vezes o apoio parece pouco, mas vai chegando o calor humano que nos rodeia”, desabafou ainda a responsável, em dia de festa. Com 50 elementos activos, a maioria acabou por faltar à festa. “Acabou por ser um dia de actuação e por isso a Ronda está em peso nas Caldas da Rainha, que já estava marcada. Pensávamos que a Meadela não ia ter tempo para nós”, disse ainda.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts