FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 29 Jul 2010

Samonelas transformam-se nas estrelas do Festival de Paredes de Coura

Em Paredes de Coura confirmou-se a pior das hipóteses. A água da Praia Fluvial do Tabuão, onde decorre o festival de música, está efectivamente contaminada […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Em Paredes de Coura confirmou-se a pior das hipóteses. A água da Praia Fluvial do Tabuão, onde decorre o festival de música, está efectivamente contaminada com salmonelas. A confirmação veio com o resultado das últimas análises efectuadas pelo Centro de Saúde local e por uma empresa privada contratada pela autarquia. No entanto, o autarca local, António Pereira Júnior, diz ser curioso que, para além das salmonelas, não há nada mais a registar em relação à qualidade da água, até porque os indicadores respeitantes aos coliformes e estreptococos apresentam resultados muito positivos.

 
António Pereira Júnior acrescenta que a utilização, ou não, das águas do Tabuão, fica agora à mercê do bom senso de cada um. O certo é que, á margem das 18 bandas que fazem o festival de Paredes de Coura, há já uma nova estrela neste festival. São precisamente as salmonelas que começam a proliferar nas t-shirts de muitos festivaleiros, fruto da atenção e humor de alguns vendedores ambulantes que, por estes dias, assentam arraiais em Paredes de Coura.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts