FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 11 Ago 2010

Desespero em Cardielos

As casas da freguesia de Cardielos, em Viana do Castelo, onde um incêndio está a lavrar desde terça-feira, já não estão em perigo, tendo a […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

As casas da freguesia de Cardielos, em Viana do Castelo, onde um incêndio está a lavrar desde terça-feira, já não estão em perigo, tendo a circulação automóvel sido retomada na A27 e EN202. O trânsito havia sido cortado naquelas estradas ao início da tarde, perante a densa cortina de fumo e as fortes chamas que se propagaram também a Nogueira. À reportagem da Geice no local, o autarca José Maria Costa mostrava-se despesperado com a falta de apoios.

 

“Concentram os meios na Peneda-Gerês, onde está arder mata, e depois os terrenos com dezenas de casas à volta ficam neste estado. Estou desesperado ao ver o ponto a que chegou a situação”, explicava à Geice, no local, o autarca José Maria Costa. As chamas ameaçaram várias dezenas de casas e apenas os esforços da populações e dos poucos bombeiros conseguiram travar uma destruição maior. O mesmo não aconteceu com um armazém de compostos eléctricos da empresa Electro-Minho, que ardeu parcialmente. Ao final do dia combatiam as chamas em Cardielos e Nogueira cerca de 150 homens, 75 viaturas e um helicóptero. Além dos bombeiros, foram mobilizados mais de uma dezena de ambulâncias da Cruz Vermelha e Bombeiros para assegurar algumas evacuações de moradores, nas zonas mais críticas da freguesia de Cardielos. Com o reforço de meios aéreos a situação começou a ficar controlado, já ao final da tarde e, para já não há registo de casas destruídas pelo fogo.

 

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts