FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 15 Ago 2010

“Nova” Monserrate abre portas em Setembro

Mais de 75% dos 14 mil metros quadrados da obra que estava prevista para a Escola Secundária de Monserrate vai estar pronta para a estreia […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Mais de 75% dos 14 mil metros quadrados da obra que estava prevista para a Escola Secundária de Monserrate vai estar pronta para a estreia no arranque do próximo ano lectivo, avançou à Geice FM a direcção daquele estabelecimento escolar. Segundo o subdirector da Secundária de Monserrate, Manuel Vitorino, nos próximos dias será entregue o principal edifício, que nasceu junto à Avenida do Atlântico e que passa a oferecer as novas valências de cantina, bar, pavilhão gimnodesportivo, biblioteca, administração, secretaria e arquivo. Até ao arranque do ano lectivo o edifício das aulas normais e das aulas das tecnologias da informação também estará concluído.

 

As obras de remodelação da Escola Secundária de Monserrate estavam orçadas em 14 milhões de euros e permitirão duplicar o espaço escolar, passando dos anteriores 7000 para 14 mil metros quadrados. As obras, com um prazo de execução de 18 meses, obrigaram a escola a recorrer a 15 contentores para funcionarem como salas de aula no último ano lectivo. . A escola é frequentada por cerca de 1800 alunos e a forte redução do espaço para convívio, reconheceu a direcção do estabelecimento, levou ao aumento dos conflitos em ambiente escolar. Com 45 anos, a Secundária de Monserrate, antiga escola técnica, recebe assim a primeira “intervenção de fundo” da sua história.“Tivemos que fazer mudanças no decurso do ano lectivo e, claro está, houve constrangimentos de espaço. Obras e ensino a decorrer em simultâneo não é a situação mais desejável mas foi por uma boa causa”, acrescentou Manuel Vitorino. O projecto foi desenhado pelo arquitecto Marques Franco, também professor naquela escola, e durante o ano lectivo anterior foram já entregues os laboratórios, oficinas e salas de arte.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts