Soajo: Apoio do Ministério só dá comida para animais para menos de dois meses | Rádio Geice
FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR

Categoria

26 Ago 2010

Soajo: Apoio do Ministério só dá comida para animais para menos de dois meses

Pedro Xavier

Acessibilidade

T+

T-

Contraste Contraste
Ouvir
Os apoios financeiras anunciados pelo Ministro da Agricultura aos criadores de gado de 150 freguesias afectadas pelos incêndios apenas permitirão a aquisição de feno para […]

Os apoios financeiras anunciados pelo Ministro da Agricultura aos criadores de gado de 150 freguesias afectadas pelos incêndios apenas permitirão a aquisição de feno para menos de dois meses, sendo certo que a regeneração natural dos pastos não acontecerá antes da Primavera. É que o Governo anunciou um apoio de 40 euros por ovino e caprino ou 100 euros por bovino e face à escalda do preço do feno, na próxima semana o fardo poderá chegar a cinco euros.

“Na nossa zona só faz sentido ir buscar a Espanha, para estar em condições. Cada fardo está a custar quatro euros, duplicou nos últimos dias, e na próxima semana poderá chegar aos cinco”, explicou Manuel Costa, presidente da Junta do Soajo, a mais afectada em termos de destruição de pastos no Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG). É que cada fardo, em termos médios, representa alimento para dois animais durante um dia, o que, face ao apoio agora anunciado, garante o autarca, “torna-se manifestamente insuficiente”. “Além disso é perigoso, porque haverá com toda a certeza a tendência de muitos em ficar com o dinheiro e vamos voltar a ver animais a morrer à fome na serra. Era preferível ajudar em géneros”, defendeu ainda o autarca, conhecedor da realidade local. Precisamente de visita ao Soajo, o ministro da Agricultura, António Serrano, afirmou que o levantamento realizado concluiu que houve 150 freguesias onde as pastagens foram afectadas pelos incêndios.Apenas no Soajo arderam mais 4000 hectares de terrenos baldios, de pasto, mas o Governo garante que as ajudas financeiras não se restringem ao Parque, já que abrangem todos os criadores afectados por fogos florestais nos meses de Julho e Agosto. Sem pasto ficaram mais de 800 bovinos, 570 ovinos, 180 caprinos e 200 cavalos garranos, apenas na freguesia de Soajo, uma das últimas grandes freguesias do PNPG que ainda se dedica em grandes dimensões à pastorícia.

Últimas Noticias

Últimos Podcasts

online casino Portugal