FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 30 Set 2010

D. Anacleto Oliveira: D. Armindo Lopes Coelho “vai ficar na história da Igreja em Portugal”

O bispo de Viana do Castelo, Anacleto Oliveira, manifestou “sentido pesar” pela morte de Armindo Lopes Coelho, que classificou como “uma figura incontornável” da história […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O bispo de Viana do Castelo, Anacleto Oliveira, manifestou “sentido pesar” pela morte de Armindo Lopes Coelho, que classificou como “uma figura incontornável” da história da Igreja em Portugal. “Vai ficar na história da Igreja em Portugal, é uma figura incontornável”, disse Anacleto Oliveira, que destacou o “trato humano e amigo” do bispo emérito do Porto, nomeadamente para com os bispos mais jovens.

 
“Tinha sempre a palavra certa no momento certo, todos os bispos o ouviam com muito agrado e muito respeito”, disse ainda. Armindo Lopes Coelho, que faleceu aos 79 anos, foi bispo de Viana do Castelo entre 1982 e 1997. “Marcou muito a vida desta diocese, com uma vasta obra quer no campo espiritual e moral, como no campo material”, sublinhou o actual bispo de Viana do Castelo. Anacleto Oliveira referiu-se concretamente à construção do seminário de Viana do Castelo, “uma obra que D. Armindo construiu, inaugurou e amou com muito carinho”. Armindo Lopes Coelho foi bispo do Porto entre 1997 e 2007 e morreu hoje em Ermesinde. Estava muito doente desde 2006, quando sofreu uma hemorragia cerebral.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts