FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 15 Out 2010

A28 teve menos 80% do trânsito devido às portagens garantem utentes

O representante da comissão de utentes da Scut de Viana do Castelo estima que o tráfego na EN 13 aumentou hoje cerca de 70 a […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O representante da comissão de utentes da Scut de Viana do Castelo estima que o tráfego na EN 13 aumentou hoje cerca de 70 a 80 por cento por causa do início do pagamento de portagem na A28. Apesar de ainda não ter dados definitivos, Fernando Almeida avançou com uma avaliação feita localmente. “O percurso na Estrada Nacional 13 que vai de Esposende à Malafaia costuma estar ‘limpo’ e hoje está uma fila de trânsito como costumava existir antes da construção da A28”, descreveu. A comissão de utentes de Viana do Castelo pretende divulgar, nas próximas horas, dados mais gerais sobre a primeira manhã de pagamento de portagens naquela SCUT, adiantou Fernando Almeida.

 
Os condutores começaram hoje, à meia noite, a pagar para circularem nas autoestradas Norte Litoral, Grande Porto e Costa de Prata. A A28, no Norte Litoral, é a Scut mais cara, com os condutores (classe 1) a pagarem 4,05 euros nos novos troços pagos, enquanto que a A4 (Porto) é a mais barata, tendo os utentes de pagar 50 cêntimos pela viagem nos troços com portagem.  O Governo fixou em oito cêntimos por quilómetro o valor de referência a cobrar na A28, A29, A41 e A42, preço igual às autoestradas já com portagem. Nas restantes Scut – Interior Norte, Beiras Litoral e Alta, Beira Interior e Algarve – a cobrança de portagens arranca até 15 de abril de 2011. O Governo criou um regime de discriminação positiva para os utilizadores locais, que vigorará de forma universal até 30 de junho de 2012. A partir dessa data, as isenções e descontos apenas vão abranger os utilizadores das regiões onde o PIB per capita seja inferior a 80 por cento da média do PIB per capita nacional.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts