FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 24 Out 2010

Hóquei em Patins: Juventude de Viana volta a perder

A Juventude de Viana perdeu este sábado pela quarta vez consecutiva no Campeonato Nacional de hóquei em patins da 1.ª Divisão. A equipa minhota foi […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Juventude de Viana perdeu este sábado pela quarta vez consecutiva no Campeonato Nacional de hóquei em patins da 1.ª Divisão. A equipa minhota foi derrotada em Oliveira de Azeméis pela Oliveirense (3-1) em jogo da 4.ª jornada da prova. A equipa de Viana do Castelo, que ainda não registou qualquer triunfo, até fez um bom jogo mas a falta de sorte e alguns erros cometidos pelos pupilos de Pedro Neto acabaram por trair os vianenses. O jogo previa-se equilibrado e assim foi.

Na primeira metade as equipas jogaram com muitas cautelas defensivas e apostaram tudo em contra ataques rápidos que em nada serviram as suas pretensões já que os dois guarda-redes e os postes de ambas as balizas chegavam para as encomendas. Ainda assim, foi a Juventude que dispôs durante a primeira parte das melhores e mais soberanas oportunidades para chegar ao golo. O estranho nulo ao intervalo castigava mais os minhotos. Na segunda parte tudo se alterou. A Juventude de Viana entrou mal no jogo e permitiu que o seu adversário marca-se dois golos logo nos primeiros três minutos, por Nuno Resende e Tó Neves (2-0).Sem nada a perder, os pupilos de Pedro Neto reagiram bem e pouco tempo depois André Centeno reduziu para um dois (1-2) relançando novamente o desafio. Mesmo a perder, a Juventude de Viana nunca perdeu o sentido da baliza contrária e obrigou o guardião Domingos Pinho a aplicar-se a fundo para evitar o golo do empate. Neste período a Juventude estava por cima no jogo mas um erro de Diogo Fernandes deitou tudo a perder. O jovem precipitou-se numa saída para o ataque e entregou a bola a Tó Silva que agradeceu a oferta para sentenciar a partida. Em zona frontal à Baliza de Sebastian Silva o jogador da Oliveirense rematou forte para o fundo da rede (3-1) e deitou por terra as esperanças da equipa de Viana em conquistar os primeiros pontos do campeonato. 
De realçar ainda a excelente arbitragem de Joaquim Carpelho de Setúbal e Paulo Afonso de Coimbra.
 

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts