FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 29 Out 2010

Norte: Feirantes “desesperam” com as portagens das SCUT

Uma das classes mais afectadas com a introdução de portagens nas SCUT é a dos feirantes, que diariamente percorrem as feiras de toda a zona […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Uma das classes mais afectadas com a introdução de portagens nas SCUT é a dos feirantes, que diariamente percorrem as feiras de toda a zona norte do país. Muitos têm tentado evitar as auto-estradas mas, quando não o conseguem fazer, têm custos acrescidos no pagamento de portagens, uma vez que se deslocam habitualmente em viaturas da classe dois. Queixas que, de acordo com Fernando Sá, se têm feito sentir junto da Associação Feiras e Mercados da Região Norte.

 
Um dos casos em que este se tornou num problema desesperante, foi o de Alexandrina Simões, uma feirante da Maia que agora se vê rodeada de portagens sempre que sai do concelho. Alexandrina Simões passa, por exemplo, pela feira de Valença. Se fizer o percurso por auto-estrada tem de pagar 8 euros por uma viagem, ou seja, 16 euros de portagem ao fim do dia. Com o custo dos combustíveis e do aluguer do terrado, a feirante diz não conseguir suportar a despesa acrescida das portagens.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts