FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 21 Out 2010

OE 2011: Presidente da Associação Nacional de Autarcas Socialistas espera “um efeito negativo na vida dos municípios”

O presidente da Associação Nacional de Autarcas Socialistas antevê tempos difíceis para as Câmaras Municipais, tendo em conta os cortes orçamentais previstos para 2011. Rui […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O presidente da Associação Nacional de Autarcas Socialistas antevê tempos difíceis para as Câmaras Municipais, tendo em conta os cortes orçamentais previstos para 2011. Rui Solheiro, que é também presidente da Câmara Municipal de Melgaço, diz que em tempos de austeridade é natural que o investimento público se ressinta, mas não nega que o próprio Plano de Investimento e Desenvolvimento da Administração Central é penalizador para a generalidade das autarquias, mas em particular para o distrito de Viana do Castelo.

 
Rui Solheiro acrescenta que o Orçamento de Estado para 2011 “vai ter um efeito negativo na vida dos municípios”, visto que prevê um corte de 5% nas verbas do Fundo de Equilíbrio Financeiro. O PIDDAC parece também não servir de grande ajuda, uma vez que volta a ser também alvo de cortes orçamentais. Refira-se que o concelho de Melgaço é um dos quatro do distrito de Viana do Castelo que não tem qualquer dotação financeira em PIDDAC.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts