FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 16 Out 2010

PIDDAC 2011: Viana do Castelo de “cinto e suspensórios”

  Viana do Castelo sobe uma posição no ranking nacional mas, em 2011, deverá receber ainda menos dinheiro do que este ano do Plano de […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

 
Viana do Castelo sobe uma posição no ranking nacional mas, em 2011, deverá receber ainda menos dinheiro do que este ano do Plano de Investimento e Desenvolvimento da Administração Central. De acordo com a proposta apresentada no Orçamento do Estado para 2011, Viana do Castelo sobe uma posição no ranking nacional, passando do 15º para o 14º lugar da lista, mas vai ter uma dotação um pouco superior a 4,5 milhões de euros, quando o PIDDAC deste ano tinha um valor próximo dos 6 milhões.
 

Deste cenário há ainda a destacar o facto de, pela primeira vez, quatro dos 10 concelhos do Alto Minho ficarem de fora das dotações orçamentais: Arcos de Valdevez, Melgaço, Vila Nova de Cerveira e Paredes de Coura. Quanto aos concelhos que permanecem na lista, também não se podem gabar de grande sorte. Caminha recebe do PIDDAC 5 mil euros, Monção 25 mil euros, Ponte da Barca 186 mil euros, Ponte de Lima 16,800 euros e Valença 57 mil euros. A grande fatia volta a ser destinada a Viana do Castelo, mais de 4 milhões de euros. Uma boa parte dessa verba volta a ser afectada ao Porto de Mar de Viana, muito embora a obra de construção dos acessos tenha apenas uma dotação de 100 mil euros. Já a obra de instalação do Tribunal do Trabalho conta com uma dotação de 1,3 milhões de euros, e a ampliação da Escola de Enfermagem 400 mil euros. Refira-se que no PIDDAC para 2011, o distrito de Viana do Castelo fica à frente de quatro distritos: Viseu, Portalegre, Guarda e Bragança. A isto há a acrescentar que o vizinho distrito de Braga tem uma dotação em PIDDAC superior aos 19 milhões de euros.
 

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts