FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 19 Out 2010

Portagens: Apúlia desesperada com o “caos” do regresso de milhares de carros à EN13

O presidente da junta de freguesia de Apúlia, em Esposende, denunciou ontem o “caos” que se vive naquela localidade desde sexta-feira, com o “desvio de milhares […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O presidente da junta de freguesia de Apúlia, em Esposende, denunciou ontem o “caos” que se vive naquela localidade desde sexta-feira, com o “desvio de milhares de automóveis” da A28 para a exígua Estrada Nacional 13. “Estamos de regresso ao tempo que para ir ao Porto tínhamos de sair quatro horas antes. No domingo, só para passar a minha freguesia, era necessário uma hora”, explicou à Geice Manuel Barros, o presidente da Junta de Apúlia.

 
Há mais de uma década, antes da abertura da A28 eram célebres os engarrafamentos e dificuldades de trânsito em Apúlia, uma pequena freguesia cruzada a meio pela EN13. “Desde que abriu a auto-estrada chegou o desenvolvimento. O trânsito era normal, as pessoas que trabalham no Porto ou em Viana mudaram-se para cá, porque estamos junto à praia”, assume, indignado com o cenário actual, Manuel Barros.“Com a chegada das portagens à A28, que toda a gente sabe que está paga há dez anos, temos vivido o caos. São milhares de carros a mais todos os dias. Toda a gente foge de pagar e não se consegue andar por aqui. Só se safam as pessoas que são de cá, porque se metem por atalhos”, disse ainda, temendo agora a “fuga de quem se instalou em Apúlia a contar com um cenário que agora mudou radicalmente”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts