FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 06 Out 2010

Viana: Cândido dos Reis “reconquista” rua por um dia

A rua fronteira à Câmara de Viana do Castelo voltou a denominar-se Cândido dos Reis, mas apenas por um dia, num “ato de protesto” promovido […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A rua fronteira à Câmara de Viana do Castelo voltou a denominar-se Cândido dos Reis, mas apenas por um dia, num “ato de protesto” promovido por desconhecidos que marcou as comemorações dos 100 anos da República. Aquela rua chamava-se Cândido dos Reis desde outubro de 1910, mas em 2008 a Câmara de Viana do Castelo decidiu mudar-lhe o nome, rebaptizando-a de Passeio das Mordomas da Romaria, na sequência de uma decisão do então presidente, Defensor Moura. Terça feira, 5 de outubro, na lápide toponímica da rua apareceu pintado o nome Cândido dos Reis, para surpresa do próprio responsável pelas comemorações do centenário da República, em Viana do Castelo.Rui Viana disse que não faz “a mínima ideia” de quem foi o autor da pintura, mas disse entender “a mensagem subjacente àquele ato de protesto”.

“A minha opinião pessoal é que aquela rua deveria continuar a chamar-se Cândido dos Reis. Penso até que foi uma provocação alterar o nome quando estava tão próximo o centenário da implantação da República, a que Cândido dos Reis esteve fortemente ligado”, referiu.Rui Viana disse não concordar com a solução encontrada pela autarquia, ao remeter o nome de Cândido dos Reis para “um bocadinho de uma rua”.“Deram o nome de Cândido dos Reis a um ‘camelho’, penso que não havia nada que justificasse a sua retirada de uma das artérias mais nobres da cidade, muito menos quando o centenário da República estava tão próximo”, sublinhou Rui Viana.Hoje, uma equipa dos Serviços Municipalizados passou a manhã a limpar a lápide toponímica.Defensor Moura disse que a ideia de mudar o nome da rua lhe surgiu quando estava à varanda dos Paços do Concelho e viu aquela rua artéria repleta de mulheres vestidas à vianesa, no âmbito do desfile da mordomia da Festa d’Agonia.Segundo o historiador vianense António Carvalho, aquela artéria foi aberta em 1510 e começou por se chamar Rua de Santa Ana.Nos princípios do século XX, a câmara decidiu alterar essa designação, atribuindo-lhe o nome do engenheiro, militar e político Manuel Espregueira, um monárquico que se notabilizou no exercício de vários cargos civis e públicos, entre os quais o de ministro da Fazenda. Com a proclamação da República em Portugal, Manuel Espregueira foi forçado a exilar-se, e logo o novo executivo municipal, em 10 de outubro de 1910, mandou alterar novamente o nome da rua a que aquele monárquico dava nome.A essa rua foi atribuído o nome de Cândido dos Reis, consagrando o almirante republicano que se distinguiu nas lutas pela Implantação da República em Portugal e que swe suicidou na véspera de 5 de outubro de 2010, temendo que a revolta republicana fracassasse.
 

 

FOTOS: Arménio Belo

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts