FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 24 Nov 2010

2º Encontro do Litoral: Moradores da Apúlia levaram à Ministra do Ambiente plano para evitar 200 demolições

A abertura do 2º Encontro do Litoral, promovido pela sociedade Polis Litoral Norte, foi marcada por um pedido de uma comissão de moradores e comerciantes […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A abertura do 2º Encontro do Litoral, promovido pela sociedade Polis Litoral Norte, foi marcada por um pedido de uma comissão de moradores e comerciantes de Pedrinhas e Cedovém, dois lugares da freguesia da Apúlia, em Esposende, onde este programa pretende intervir com a demolição de cerca de duas centenas de edificações. Moradores, comerciantes, pescadores, representantes dos sargaceiros e da Associação de Baldios, decidiram entregar à Ministra do Ambiente um plano de recuperação daquela área, onde está previsto um investimento superior a 11 milhões de euros em expropriações, demolições e reorganização do espaço. Um plano que, de acordo com José Godinho, vai de encontro àquela que é a vontade da população local.

 
De acordo com a sociedade Polis Litoral Norte estão identificadas, naquele espaço, mais de 200 edificações, sendo que a “esmagadora maioria” será para demolir. A Ministra do Ambiente ouviu as pretensões deste grupo de representantes dos interesses de Pedrinhas/Cedovém e prometeu que o dossier será estudado. Dulce Pássaro disse ainda que diversas intervenções previstas pelo Polis Litoral Norte vão ser reprogramadas, mas garantiu que não vai faltar dinheiro para a conclusão deste programa, que deverá ficar encerrado até 2013. As derrapagens financeiras estão proibidas mas, garante a Ministra do Ambiente, não vai faltar verba para a conclusão do programa Polis Litoral Norte. Refira-se que este programa prevê um investimento na orla costeira, entre Esposende e Caminha, superior a 80 milhões de euros.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts