FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 12 Nov 2010

Ilda Figueiredo: Acessos rodoviários ao Porto de Mar de Viana na “gaveta” por mais dois anos

Apesar de Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações ter emitido, no início do Verão, um despacho no qual determinava “a declaração de utilidade pública” […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Apesar de Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações ter emitido, no início do Verão, um despacho no qual determinava “a declaração de utilidade pública” de um total de 195 parcelas de terrenos nas freguesias de Vila Nova de Anha, Chafé, Neiva e Darque, com vista à construção do acesso rodoviário ao sector comercial do porto de Viana do Castelo, o projecto deverá ficar na gaveta por mais dois anos. Uma expectativa que a própria Administração do Porto avançou à Eurodeputada do PCP, Ilda Figueiredo. Para o ano não avançam de certeza, pois não há verba inscrita no Orçamento do Estado, como confirmou Ilda Figueiredo depois de uma visita ao Porto de Mar de Viana do Castelo.

 
Recorde-se que, em declarações à Geice, Matos Fernandes, o presidente do Conselho de Administração dos Portos do Douro e Leixões, disse no verão deste ano que já existia acordo com alguns proprietários dos terrenos a expropriar e que se previa que o concurso para a construção destes acessos fosse lançado ainda este ano. Uma expectativa que agora cai por terra, devido à falta de dotação orçamental para a construção deste acesso. Refira-se que esta informação foi prestada a Ilda Figueiredo no âmbito de uma visita a Viana do Castelo, e que contemplou encontros com entidades de vários sectores. A eurodeputada diz levar para Bruxelas outras preocupações, como o desemprego, a defesa do comércio tradicional e a introdução de portagens nas SCUT como factor negativo para o desenvolvimento económico e social da região.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts