FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 09 Nov 2010

Portagens: Jornada de “luto” apenas chegou à Câmara de Caminha

A Câmara de Caminha foi a única, no distrito de Viana do Castelo, que acatou a recomendação da Assembleia Intermunicipal da CIM de colocar, ontem […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Câmara de Caminha foi a única, no distrito de Viana do Castelo, que acatou a recomendação da Assembleia Intermunicipal da CIM de colocar, ontem e hoje, a bandeira a meia haste em sinal de luto pela introdução de portagens nas SCUT. Flamiano Martins, o vice-presidente da autarquia, diz que a Câmara tomou essa decisão por considerar que as portagens são lesivas do interesse da região, mas não acha grave que as outras autarquias não tenham aderido a este protesto simbólico.

 
Recorde-se que das 10 câmaras do distrito, apenas a de Caminha (PSD) colocou a sua bandeira a meia haste, tendo também o município apelado às juntas de freguesia do concelho para seguirem o exemplo. As outras duas câmaras, de maioria social-democrata, Valença e Arcos de Valdevez, não alinharam no luto, a primeira por duvidar da legalidade do protesto e a segunda por considerar a medida inconsequente. O presidente da Câmara de Ponte de Lima, Victor Mendes (CDS-PP), disse que não alinha num protesto que “não passa de show off”. O luto passou igualmente “ao lado” das seis câmaras de maioria socialista: Viana do Castelo, Vila Nova de Cerveira, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Melgaço e Monção.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts