FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 14 Dez 2010

Grupo de Acção Costeira do Litoral Norte vai investir 4,3 milhões de euros em 21 freguesias até 2013

O Grupo de Acção Costeira do Litoral Norte vai investir 4,3 milhões de euros em 21 freguesias até 2013. O GAC Alto Minho foi criado […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O Grupo de Acção Costeira do Litoral Norte vai investir 4,3 milhões de euros em 21 freguesias até 2013. O GAC Alto Minho foi criado ao abrigo do Programa Operacional da Pesca 2007-2013 para, através de parcerias público-privadas locais, apoiar e desenvolver projectos que beneficiem as comunidades locais. O objectivo principal é a valorização das comunidades piscatórias e o desenvolvimento sustentável da actividade e das zonas de pesca do Litoral Norte. Entre 2010 e 2013, o GAC Alto Minho vai investir 4,3 milhões em 21 freguesias litorais e estuarinas dos concelhos de Vila Nova de Cerveira, Caminha, Viana do Castelo e Esposende. O GAC vai acompanhar projectos que tenham por objectivo contribuir para a sustentabilidade da comunidade directamente dependente da pesca. Os promotores dos projectos podem ser pessoas individuais ou colectivas, públicas ou privadas.

 
Por cada pescador que vai para o mar, ficam cinco pessoas a trabalhar em terra. José Maria Costa, presidente da Câmara de Viana do Castelo, diz que o sector pesqueiro tem sofrido grandes dificuldades e valoriza a criação deste projecto. José Maria Costa quer que se tire mais partido dos produtos do mar. As algas são um dos produtos que é preciso valorizar, segundo o autarca. Também o polvo tem de ser mais aproveitado do ponto de vista gastronómico, bem como os ouriços-do-mar ou os percebes. A náutica de recreio é outra das áreas que pode ser apoiada por este programa. O GAC Alto Minho já lançou os primeiros avisos de concurso. O período de submissão de candidaturas decorre até 24 de Fevereiro do próximo ano.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts