FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 18 Jan 2011

AEVC: “60% dos PIB nacional é ‘carregado’ por empresas familiares”

A Sala Couto Viana da Biblioteca Municipal de Viana do Castelo encheu-se de empresários que quiseram assistir ao seminário Viana e “Portugal. A minha primeira […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Sala Couto Viana da Biblioteca Municipal de Viana do Castelo encheu-se de empresários que quiseram assistir ao seminário Viana e “Portugal. A minha primeira escolha”. Luís Ceia, presidente da Associação Empresarial de Viana do Castelo, abriu o seminário dizendo que o programa de Valorização da Oferta Nacional veio “em boa hora” e que tem “permitido criar valor acrescentado às empresas nacionais”. A campanha “Compro o que é nosso” tem tido uma boa aceitação por parte dos empresários. Luís Ceia afirma que as empresas familiares são as que mais têm aderido ao projecto e diz mesmo que “60% do PIB nacional é ‘carregado’ por empresas familiares”.

 
O presidente da AEVC destaca o esforço “enorme” que tem sido feito pelas Pequenas e Médias Empresas para conseguirem manter as portas abertas em tempos de crise. Paulo Nunes de Almeida, vice-presidente da Associação Empresarial de Portugal, diz que este projecto veio “lutar pela defesa daquilo que se produz em Portugal” e que os produtos nacionais “geram valor acrescentado em Portugal”, contribuindo ainda para o combate ao desemprego. Paulo Nunes de Almeida apresentou números, disse que 500 empresas já aderiram ao programa “Compro o que é nosso”, representando mais de 2000 marcas. José Maria Costa, presidente da Câmara de Viana do Castelo, também defendeu a importância de investir nos produtos “que são nossos”. O autarca referiu ainda a importância das cidades terem marcas. O autarca diz que “as cidades têm de se posicionar e procurar linhas de orientação e apostas estratégicas”. A Câmara de Viana tem investido nos produtos nacionais, nomeadamente no vinho, na madeira de pinho e nos bordados tradicionais. Realizou-se ontem o seminário Viana e “Portugal. A minha primeira escolha”. A iniciativa destacou a importância de investir em produtos nacionais e em valorizar o que é típico de cada região.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts