FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 04 Jan 2011

Presidenciais: Campanha de Defensor Moura começa a receber elogios na direção do PS

O Secretariado Nacional do PS rejeita que esteja a dar qualquer espécie de aconselhamento ou apoio à candidatura presidencial de Defensor Moura, embora vários dirigentes […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O Secretariado Nacional do PS rejeita que esteja a dar qualquer espécie de aconselhamento ou apoio à candidatura presidencial de Defensor Moura, embora vários dirigentes socialistas deixem elogios à prestação política do ex-autarca de Viana do Castelo. A partir do debate televisivo com Cavaco Silva, a 23 de dezembro passado, Defensor Moura, deputado do PS e candidato independente nas presidenciais, começou a lançar uma série de ataques pessoais à figura do atual Presidente da República, exigindo-lhe explicações sobre o Banco Português de Negócios (BPN) e acusando-o de falta de isenção no exercício das suas funções presidenciais.

A direção do PS demarca-se formalmente desta linha de ataque de Defensor Moura, embora admita que o candidato “rebelde” deste partido esteja a explorar nesta campanha presidencial “um nicho de mercado eleitoral”.“O candidato Defensor Moura não tem apoio de espécie alguma do Secretariado Nacional do PS. Ele corre por si próprio”, declarou à agência Lusa o secretário nacional do PS para as Relações Internacionais, José Lello.Também um dos amigos pessoais de Defensor Moura, o deputado socialista Ricardo Gonçalves referiu que na candidatura do ex-presidente da Câmara de Viana do Castelo “nada está organizado com o partido”.“Muitas das informações que têm sido prestadas a Defensor Moura estão a chegar de cidadãos sem ligações à política, de diferentes profissões e das mais variadas regiões”, disse.No plano político, porém, e a título pessoal, mesmo entre os membros do Secretariado Nacional do PS registam-se alguns elogios à prestação deste candidato.Em declarações à agência Lusa, a eurodeputada do PS Edite Estrela fez questão de salientar que o candidato oficial do seu partido “é Manuel Alegre”, mas elogiou o desempenho do ex-presidente da Câmara de Viana do Castelo.“Defensor Moura tem desempenhado bem o seu papel e, apesar de estar a acompanhar a evolução do debate presidencial com distância, por ser eurodeputada, penso que soube confrontar Cavaco Silva com as suas fragilidades”, considerou Edite Estrela, numa alusão ao debate que o deputado socialista travou com o Presidente da República.Vitalino Canas, também membro do Secretariado Nacional do PS, classificou como “digna e interessante” a recente entrevista dada por Defensor Moura à RTP, considerou que Cavaco Silva “tem aspetos por explicar em relação ao BPN”, mas demarcou-se do estilo de “ataque pessoal” feito pelo ex-autarca contra o atual chefe de Estado.“Não tenho entusiasmo pelo estilo de ataque pessoal e duvido mesmo que isso renda do ponto de vista eleitoral. No passado, o PS também já foi objeto desse tipo de campanhas – e sempre as considerei impróprias”, afirmou Vitalino Canas.De qualquer forma, o ex-porta-voz dos socialistas considerou “interessante” que Defensor Moura, “mesmo estando sozinho [sem o apoio de qualquer partido], esteja a fazer uma campanha persistente e com rumo”.Elogios a Defensor Moura chegaram também do ex-Presidente da República Mário Soares, que se tem demarcado da opção do PS de apoiar a candidatura de Manuel Alegre.No final de dezembro, em declarações aos jornalistas, Mário Soares afirmou que estava a assistir aos debates televisivos entre os candidatos presidenciais, por entender que isso era “uma obrigação”, e considerou que o socialista Defensor Moura “disse coisas verdadeiramente interessantes” no frente a frente com Manuel Alegre.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts