FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 21 Jan 2011

Presidenciais: Campanha eleitoral termina hoje

A campanha eleitoral para as presidenciais de domingo termina hoje, com quatro dos seis candidatos a encerrarem uma autêntica “Volta a Portugal” com comícios em […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A campanha eleitoral para as presidenciais de domingo termina hoje, com quatro dos seis candidatos a encerrarem uma autêntica “Volta a Portugal” com comícios em Lisboa, Porto e Guimarães.Depois de um périplo de 13 etapas, Cavaco Silva cumpre o “sprint” final no Coliseu de Lisboa, Manuel Alegre no pavilhão do Académico do Porto, Fernando Nobre escolheu o Centro de Congressos de Lisboa e Francisco Lopes a Universidade do Minho, em Guimarães. Bem mais contidos nas deslocações durante a campanha, Defensor Moura andará pela “sua” Viana do Castelo, enquanto José Manuel Coelho também joga em casa, na Madeira, mas desta vez com passagens por Funchal e Porto Santo.

Para o sufrágio de domingo estão inscritos um total de 9.656.474 eleitores, mas em 2006 eram 9.085.339.Uma eventual segunda volta será realizada a 13 de fevereiro, 21 dias após o primeiro sufrágio, com a campanha eleitoral a decorrer entre 03 e 11 do mesmo mês.A maior abstenção em eleições presidenciais pós 25 de Abril foi registada na reeleição de Jorge Sampaio, em 2001, com este dado a fixar-se em 50,29 por cento.Quanto ao menor valor da abstenção verificou-se quando Ramalho Eanes foi eleito para um segundo mandato, em 1980: 15,61 por cento.Segundo a Direção-Geral da Administração Interna, foram gastos cerca de 9,5 milhões de euros com a campanha de sensibilização e toda a operação logística em torno das eleições, o mesmo valor que há cinco anos atrás.Em 2006, Cavaco Silva ganhou as eleições presidenciais com 50,54 por cento, seguido de Manuel Alegre (20,74%), Mário Soares (14,31%), Jerónimo de Sousa (8,64%), Francisco Louçã (5,32%) e Garcia Pereira (0,44%).A abstenção foi de 38,47 por cento, segundo a Comissão Nacional de Eleições.Ramalho Eanes, Mário Soares e Jorge Sampaio, eleitos por sufrágio universal e direto, foram reeleitos para um segundo mandato.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts