FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 26 Jan 2011

Sinistralidade na EN13: Presidente da Concelhia do CDS diz que Viana precisa de “uma pequena revolução”

O presidente da concelhia de Viana do Castelo do CDS-PP diz que o que se está actualmente a passar na Estrada Nacional 13 merece “uma […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O presidente da concelhia de Viana do Castelo do CDS-PP diz que o que se está actualmente a passar na Estrada Nacional 13 merece “uma pequena revolução”. Isto numa altura em que esta via se encontra sobrecarregada de trânsito que foge às portagens na A28, e onde os acidentes de viação se sucedem a um ritmo diário e com alguma gravidade. Aristides Sousa diz que a responsabilidade do aumento da sinistralidade na Nacional 13 “é responsabilidade do Governo” e acrescenta que Viana do Castelo não pode continuar a assistir com passividade ao agravar desta situação. Por isso defende mesmo que o ideal seria a população local fazer “uma pequena revolução”.
 

Aristides Sousa lembra que introduzir portagens na circular de Braga ou na via de cintura interna do Porto seria impensável, mas é isso que vai acontecer precisamente em Viana do Castelo que, a partir de Abril, vai estar rodeada de portagens. A isto acrescenta que o mais grave é ter já conhecimento “que o Governo abandonou a requalificação da EN13”, pois entendeu que “não valia a pena continuar” com este investimento e que agora  “vai a Estradas de Portugal fazer uma intervenção de fundo depois de já lá ter gasto um valor significativo” em remendos. O presidente da concelhia do CDS-PP diz que este é mais um exemplo do “esbanjamento do dinheiro público”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts