FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 24 Fev 2011

Em Cima da Mesa: Idosos em Monção não aderem á televigilância

A televigilância no concelho de Monção apenas chega a sete idosos, um ano após a sua implementação, isto porque os idosos estão resistentes ao sistema, […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A televigilância no concelho de Monção apenas chega a sete idosos, um ano após a sua implementação, isto porque os idosos estão resistentes ao sistema, por desconfiança e pelo custo explicou, no programa Em Cima da Mesa, José Emílio Moreira, presidente da Câmara de Monção. O objectivo da autarquia era chegar aos 100 utilizadores. Este e outros dados para conferir esta noite a partir das 21 horas na Geice FM, num programa sobre os Idosos em Viana do Castelo. 

O sistema funciona através de um telefone comum instalado na casa dos idosos, que possuem um dispositivo numa pulseira ou num fio electrónico, que é activado até uma distancia de 50 metros, accionado pelo toque ou por voz, que por sua vez alerta a central que está ligada aos bombeiros voluntários de Monção. Esta noite não perca o programa em Cima da Mesa, sobre os idosos, com vários convidados que cuidam e tratam da terceira idade em Viana do Castelo. O sistema de televigilância partiu da iniciativa de quatro instituições de solidariedade social, com o apoio financeiro da autarquia. O objectivo é que todos os idosos do concelho possuam esta vigilância á distância. O custo do sistema poderá ir chegar aos 80 euros e pela instalação e aos 30 mensais pelo serviço. José Emílio Moreira garantiu que as campanhas de sensibilização e explicação que levam a cabo poderão inverter a fraca adesão e que o sucesso do sistema também passará pelos familiares. O autarca dá um exemplo de como este dispositivo poderá salvar os idosos de situações complicadas.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts