FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 16 Fev 2011

Monção: Câmara apela ao Governo para que lute pela instalação no concelho da maior fábrica de baterias da Europa

O presidente da Câmara de Monção continua a ter esperança de conseguir convencer a Mitsubishi a instalar no concelho a maior fábrica europeia de baterias. […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O presidente da Câmara de Monção continua a ter esperança de conseguir convencer a Mitsubishi a instalar no concelho a maior fábrica europeia de baterias. José Emílio Moreira sabe que a concorrência é forte mas continua a lutar pelo investimento. O autarca apela ainda ao Governo para que se junte a esta luta.

 
Recorde-se que a fábrica de baterias representa um investimento de 500 milhões de euros que pode criar mais de 1.500 postos de trabalho directos. A concorrência é apertada, já que 19 países mostraram interesse no negócio. Neste momento, Bungerland, na Áustria, e a plataforma logística Salvaterra-As Neves, na Galiza, são os candidatos mais fortes. A Galiza é a opção mais credível, face à proximidade com Vigo, onde está a fábrica do construtor automóvel PSA (Peugeot-Citroën), que vai construir um híbrido com baterias eléctricas. O ambicioso projecto precisa de uma área de cerca de 200 mil metros quadrados, mas na Galiza houve alguns problemas jurídicos relacionados com a aquisição dos terrenos. Assim, a Câmara de Monção mostrou-se interessada em receber a fábrica. José Emílio Moreira diz que se o MinhoPark, parque empresarial previsto para Monção, já estivesse a ser construído tudo seria mais fácil. Apesar de tudo, o autarca diz que se a fábrica da Mitsubishi ficar na Galiza, também será bom para Monção. Até ao final do mês, a decisão da Mistubishi pode ser anunciada.
 

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts