FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 24 Fev 2011

Monção: Vale do Mouro em risco de perder Extensão de Saúde, Escola e GNR por falta de utilização

  O Vale do Mouro corre o risco de ficar sem três infra-estruturas essenciais: a escola, o quartel da GNR e a Extensão do Centro […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

 
O Vale do Mouro corre o risco de ficar sem três infra-estruturas essenciais: a escola, o quartel da GNR e a Extensão do Centro de Saúde. O alerta é lançado pelo presidente da Câmara Municipal de Monção, que acaba de suspender a prestação de um serviço prestado à população de Merufe. Todos os dias a Câmara disponibilizava um carro que, a uma hora certa, estava na freguesia para levar gratuitamente os mais carenciados, nomeadamente idosos, à Extensão de Saúde de Tangil. Mas como, até hoje, o serviço nunca foi usado, a Câmara decidiu suspendê-lo até alguém manifestar vontade de o utilizar.

 
Mas o autarca de Monção, José Emílio Moreira, avisa: se a população continuar a prescindir de certos serviços, eles vão acabar por sair do Vale do Mouro, como é o caso também da Escola Básica Integrada e do Posto da GNR. O Vale do Mouro tem actualmente cerca de 6 mil habitantes, que continuam a não utilizar serviços como a Extensão de Saúde ou a Escola. Se nada for feito, o autarca de Monção alerta que “há estruturas que podem desmoronar-se”. A isto José Emílio Moreira acrescenta que “a culpa é dos políticos e das pessoas daquela zona que não se juntam e não tomam consciência da necessidade de defender o Vale do Mouro” e que, se não se unirem, não vai restar nada naquela área do concelho que congrega as freguesias de Merufe, Podame, Segude, Riba de Mouro e Tangil.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts