FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 26 Fev 2011

“Suspensão da introdução de portagens na A28”: Câmara de Caminha lança Petição Pública na internet

  A Câmara Municipal de Caminha acaba de lançar, na internet, uma petição dirigida à Assembleia da República e ao Governo solicitando a “Suspensão da […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

 
A Câmara Municipal de Caminha acaba de lançar, na internet, uma petição dirigida à Assembleia da República e ao Governo solicitando a “Suspensão da introdução de portagens na A28”, entre Viana do Castelo e Caminha. No documento, que em poucas horas conseguiu reunir dezenas de assinaturas, a autarquia sublinha os efeitos que já estão a ser sentidos na região desde que a 15 de Outubro começaram a ser cobradas portagens na SCUT Norte Litoral.

“A cobrança de portagens diminui o número de pessoas que nos visita, tanto de Espanha como de outros pontos do país. Por um lado investimos na promoção do Turismo e precisamos das exportações, como sabem a indústria turística é também considerada exportadora, por outro lado tornamos mais caro e mais complicada a vinda dos turistas”, lê-se no documento.  “Mas prejudica também os nossos estudantes que vão estudar para os grandes centros urbanos e os trabalhadores por conta própria que agora vêm as despesas em transportes aumentadas. Prejudica gravemente as empresas cujos funcionários, cargas e mercadorias se deslocam com regularidade por estas vias”, acrescenta. Sublinha ainda que a “região está a ficar cada vez mais isolada” e que não há desenvolvimento económico suficiente que permita à região suportar o valor das portagens. “Não é justo e nem é coerente. Por um lado, o Estado e os Municípios investem milhões de euros na requalificação das frentes ribeirinhas, através do projecto Polis Litoral Norte, mas por outro vai cobrar dinheiro para circular na auto-estrada, empurrando assim os camiões novamente para as estradas nacionais, para junto dos paredões, das ecovias e dos espaços verdes”. Refira-se que entre os primeiros signatários desta petição pública figuram a presidente e o vice-presidente da Câmara Municipal de Caminha, bem como os restantes elementos da vereação social-democrata.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts