FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 27 Fev 2011

Trabalhadores da APPACDM fazem greve para lutar pelos seus direitos

Os trabalhadores da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Viana do Castelo estão esta segunda-feira em greve. Entre as 10 e as 13 […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Os trabalhadores da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Viana do Castelo estão esta segunda-feira em greve. Entre as 10 e as 13 horas, os funcionários da APPACDM não vão trabalhar, em protesto contra o que dizem ser o “incumprimento dos direitos dos trabalhadores”.

 
Manuel Domingos, presidente da instituição, negou que haja incumprimento dos direitos dos funcionários. Quanto aos atrasos no pagamento de salários, disse que os vencimentos foram pagos a 10 de Fevereiro e que os atrasos registados não se devem a má gestão mas sim a “adiamentos ou atrasos de transferências financeiras por parte do Estado”. O dirigente da instituição disse ainda que não há motivos para que esta greve. Branco Viana, coordenador da União dos Sindicatos de Viana, respondeu dizendo que uma direcção não deve nunca interferir numa greve dos trabalhadores. Disse ainda que o presidente da APPACDM não tem “legitimidade” para dizer se a greve é ou não legítima. Afirmou ainda que as declarações de Manuel Domingos são “desesperantes” e que, se a direcção não queria a greve, devia ter chegado a entendimento com os trabalhadores. O presidente da instituição garantiu que não se vão repetir atrasos mas os trabalhadores decidiram fazer greve como forma de alertar para o problema. Os trabalhadores querem saber a “verdade” e esta segunda-feira, vão deslocar-se até ao Governo Civil.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts