FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 17 Mar 2011

Cinco meses de portagens: Movimento cívico diz que o balanço é “caótico” para Viana do Castelo

Cinco meses passados sobre a primeira vaga de introdução de portagens nas antigas SCUT, o Movimento Naturalmente Não Ás Portagens na A28 vem a público […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Cinco meses passados sobre a primeira vaga de introdução de portagens nas antigas SCUT, o Movimento Naturalmente Não Ás Portagens na A28 vem a público fazer um balanço para dizer que as consequências deste processo são já muito gravosas para o distrito de Viana do Castelo. O porta-voz do movimento, Jorge Passos, acrescenta que este cenário vai agravar-se ainda mais a partir de Abril, com a introdução de portagens no troço restante da A28 e também na A27, sublinhando que, depois disso, Viana do Castelo passa a ser uma cidade “completamente sitiada”.

 
Jorge Passos sublinha que a partir de 15 de Abril Viana do Castelo fica completamente sitiada, não gerando atractividade nem facilitando a mobilidade a cidadãos e empresas, e que tal vai ter consequências gravosas ao nível empresarial, afirmando mesmo que algumas empresas instaladas na região poderão deslocalizar-se. Como tal entende que as Câmaras Municipais do distrito “deveriam olhar para este assunto de forma diferente” e tomar uma posição muito firme relativamente ao Poder Central, não se deixando “acomodar a esta inevitabilidade”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts