FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 16 Mar 2011

Europac Kraft Viana: Trabalhadores rejeitam proposta de revisão do acordo

Os trabalhadores da Europac Kraft Viana, antiga Portucel-Viana, rejeitaram esta quarta-feira, praticamente por unanimidade, a proposta de revisão do acordo de empresa apresentado pela administração, […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Os trabalhadores da Europac Kraft Viana, antiga Portucel-Viana, rejeitaram esta quarta-feira, praticamente por unanimidade, a proposta de revisão do acordo de empresa apresentado pela administração, que afirmam não reflectir os “extraordinários resultados” de 2010, disse á Geice Augusto Silva, da comissão negociadora.

Em causa estão vários aumentos exigidos pelos trabalhadores no âmbito da revisão do acordo de empresa, em curso desde Outubro de 2010. A administração da Europac Kraft Viana apresentou duas propostas, ambas recusadas pelos trabalhadores, a última das quais esta quarta-feira, em plenário. Entre as várias exigências apresentadas pelos trabalhadores está um aumento de todos os salários em 40 euros, contra os 20 euros propostos pela administração, ou a revisão do regime diuturnidades que existe na empresa. Apesar de não cederem, Augusto Silva acredita que haverá um entendimento. Os trabalhadores querem ainda ver aumentado o subsídio de turno de 19 para 25% do salário base, ao que a empresa responde com um aumento de 1.8%. Em 2011 já se realizaram três plenários, que sempre rejeitaram as propostas da administração, estando marcada para sexta-feira nova ronda negocial entre os representantes dos trabalhadores e a administração. Cerca de uma centena de trabalhadores participaram no plenário, apenas cinco optaram pela abstenção. Os restantes “rejeitaram” o acordo, disse o representante. A fábrica da antiga Portucel-Viana integra o grupo espanhol Europac e é líder na península ibérica na produção de papel canelado.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts