FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 04 Abr 2011

Eleições Legislativas: Rosalina Martins disponível para se recandidatar

Com as eleições legislativas antecipadas agendadas para daqui a dois meses, alguns nomes vão-se apresentando como potenciais candidatos a deputados. Nomes como Jorge Fão ou […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Com as eleições legislativas antecipadas agendadas para daqui a dois meses, alguns nomes vão-se apresentando como potenciais candidatos a deputados. Nomes como Jorge Fão ou José Luís Serra estão na calha no caso do Partido Socialista no distrito de Viana do Castelo. Apesar de ter dito que no fim desta legislatura que não se recandidatava, Rosalina Martins admitiu à Geice, estar “disponível”, se assim o partido “o entender”.

De acordo com a distrital socialista do Alto-Minho, “ainda está tudo em aberto” e só a partir de 11 de Abril é que será preparada a lista que o partido vai apresentar no distrito às próximas Legislativas. O nome de José Luís Serra, ex-presidente da Câmara de Valença e actual vogal executivo no Conselho de Administração dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo é também um dos nomes falados para integrar na lista socialista pelo círculo de Viana do Castelo. De acordo com os estatutos o partido socialista, ao secretário-geral  cabe a escolhe o cabeça-de-lista, uma figura da política nacional. No entanto, à Geice José Manuel Carpinteira confessa que preferia “que todos os candidatos fossem eleitores do distrito”: Nas últimas eleições, Rosalina Martins encabeçou a lista, José Sócrates fugiu á regra e indicou o número dois, Defensor Moura, seguindo-se Jorge Fão, que já conta com duas legislaturas consecutivas no seu percurso político. Quem não volta ao Parlamento é o ex-candidato presidencial e presidente da Câmara de Viana. Defensor Moura já comunicou ao grupo parlamentar a sua “indisponibilidade pessoal” para voltar a ser candidato a deputado nas próximas eleições legislativas, dizendo que, aos 65 anos, vai “para a reforma”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts