FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 01 Abr 2011

Saúde: Transporte Inter-Hospitalar Pediátrico do Norte começou hoje, distrito de Viana apoiado por novo serviço

O Transporte Inter-Hospitalar Pediátrico (TIP) do Norte entrou hoje em funcionamento para garantir às crianças e jovens em situação crítica um apoio especializado desde o […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O Transporte Inter-Hospitalar Pediátrico (TIP) do Norte entrou hoje em funcionamento para garantir às crianças e jovens em situação crítica um apoio especializado desde o local onde se encontram até ao hospital de destino. O serviço vai funcionar 24 horas por dia, todos os dias do ano, e será realizado numa ambulância especializada que estará estacionada no Hospital de S. João, onde está concentrada a urgência pediátrica.

 
O TIP do Norte vai abranger os distritos de Bragança, Vila Real, Viana do Castelo, Braga, Porto e os concelhos de Aveiro e Viseu agregados à Administração Regional de Saúde do Norte. Esta nova unidade de transporte resulta da assinatura de um protocolo, em Janeiro de 2011, entre o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), a Autoridade Regional de Saúde do Norte (ARSN) e o Hospital de S. João, no Porto. As duas instituições, INEMe Hospital de São João, vão assegurar as transferências, entre hospitais, das crianças e adolescentes gravemente doentes, numa ambulância e equipa especiais. O objectivo deste sistema, similar aos já existentes na região Centro e Sul do país, é baixar os riscos de agravamento da doença e até de morte durante as viagens. O Transporte Inter-hospitalar Pediátrico (TIP) do Norte será constituído por uma ambulância especializada, com uma tripulação constituída por um técnico de ambulância de emergência, um enfermeiro e um médico. A ambulância estará equipada com todo o material necessário à estabilização e transporte de doentes dos zero aos 18 anos de idade. O modelo de transporte engloba o já existente Subsistema de Transporte de Recém-Nascidos de Alto Risco, o que significa que se alarga um sistema já disponível para recém-nascidos a todos os pacientes em idade pediátrica – até aos 18 anos.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts