FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 28 Set 2011

Hóquei em Patins: Vianense Luís Viana em destaque na maior goleada do Mundial

A Selecção Nacional de hóquei em patins garantiu a vitória mais expressiva do Campeonato do Mundo, que decorre em San  Juan na Argentina depois de […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Selecção Nacional de hóquei em patins garantiu a vitória mais expressiva do Campeonato do Mundo, que decorre em San  Juan na Argentina depois de marcar 18 golos frente aos Estados Unidos da América. O vianense Luís Viana e Caio foram os jogadores mais inspirados no ataque, com quatro golos cada um. Diogo Rafael voltou a destacar-se, ao garantir um hat-trick. Valter Neves bisou, tal como Vítor Hugo. André Azevedo, Reinaldo Ventura e Ricardo Barreiros foram os outros marcadores de Portugal O conjunto orientado pelo vianense Rui Neto termina assim a primeira fase como líder do Grupo C, com nove pontos. Hoje, será dia de descanso no Mundial e, na quinta-feira, pelas 20.30 horas, Portugal defronta a França nos quartos-de-final, com transmissão na RTP2.

Portugal alinhou do seguinte modo: Domingos Pinho; André Azevedo (1), Válter Neves (2), Caio (4) e Vítor Hugo (2). Jogaram ainda: Reinaldo Ventura (1), Luís Viana (4), Ricardo Barreiros (1), Diogo Rafael (3), e Ricardo Silva.
Declarações dos vianenses à RTP2:
Rui Neto, seleccionador nacional: «Sofremos um golo num lance fortuito, numa situação dos Estados Unidos, praticamente não teve mais nenhuma, mas, mais importante do que isso, foi a atitude que a equipa teve. A França é outro adversário e estamos a prepará-lo devidamente. Vamos encarar o próximo jogo com a máxima seriedade. Não vai ser fácil, mas há um único objectivo: vencer».
Luís Viana, internacional português: «Pensamos jogo a jogo, sabíamos o que tínhamos a fazer, para chegar onde chegámos. De uma maneira ou outra, conseguimos. Este jogo serviu para preparar o que vem à frente e vamos pensar na próxima partida. A partir de agora, qualquer erro paga-se mais caro. Vamos tentar corrigir o que fizemos menos bem, para fazermos algo bonito no Mundial».

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts