FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 21 Nov 2011

ENVC: DORVIC do PCP rejeita venda da empresa a capitais estrangeiros

O PCP de Viana do Castelo diz que “o actual governo está a pôr em causa o futuro dos Estaleiros Navais enquanto empresa pública”. De […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O PCP de Viana do Castelo diz que “o actual governo está a pôr em causa o futuro dos Estaleiros Navais enquanto empresa pública”. De acordo com a DORVIC, “há 4 meses os trabalhadores dos ENVC e a população de Viana do Castelo conseguiram travar aquele que seria o maior ataque a esta empresa, um despedimento colectivo de cerca de 300 trabalhadores”, ao abrigo de um plano de reestruturação. Recorda também que a apresentação de soluções para a empresa pelo actual Governo já foi adiada por duas vezes e, de acordo com Filipe Vintém, “em vez de arranjar encomendas e pôr em prática as que já tem em carteira, o Governo anda à procura de um comprador para os ENVC”. O responsável pelo Partido Comunista em Viana do Castelo entende que Portugal não pode nem deve perder a sua soberania em relação aos estaleiros vianenses.

 
A DORVIC do PCP acusa ainda o actual Governo de protagonizar uma “atitude de desgaste dos trabalhadores, de que o episódio dos salários pagos fora do dia habitual, é o exemplo mais claro”. A isto acrescenta que “o exemplo de que o governo não está a fazer o necessário para garantir o futuro dos ENVC, é a verba orçamentada para o ano de 2012, de apenas 9 milhões de euros, para ser aplicada na construção das encomendas em carteira”. Como tal, já anunciou que o PCP “vai propor, em sede de discussão do Orçamento de Estado o aumento da verba referida para a actividade imediata dos ENVC”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts