FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 04 Nov 2011

Escola da Avenida: Pais em protesto pedem soluções para o caso de agressividade de um menino de 6 anos

Em Viana do Castelo parecem começar a multiplicar-se os casos de pais que se queixam de violência dentro das escolas. Depois do caso da Escola […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Em Viana do Castelo parecem começar a multiplicar-se os casos de pais que se queixam de violência dentro das escolas. Depois do caso da Escola Pintor José de Brito, em Santa Marta de Portuzelo, desta vez foram os pais de uma turma do 1º ano da Escola da Avenida, em Viana do Castelo, a não deixarem entrar os seus filhos na escola. Em causa está o comportamento alegadamente agressivo de um menino de 6 anos, hiperactivo, como disse à Geice a porta-voz dos pais, Helena Costa.

 
Os pais já participaram o caso à Directora da Escola, ao Agrupamento de Escolas do Atlântico, fizeram uma participação à Comissão de Protecção de Menores e mais recentemente à Polícia de Segurança Pública. Entendem que “não estão reunidas as condições de integridade física e moral” para que os seus filhos possam continuar nesta turma e que tem de ser encontrada uma solução de enquadramento para o caso deste menino de 6 anos. O caso tem sido acompanhado de perto pelo Director do Agrupamento de Escolas do Atlântico, que encaminhou os pais para a pedopsiquiatra do Hospital de Santa Luzia que tem estado a acompanhar o caso deste menino.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts