FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 26 Nov 2011

Fado/UNESCO: CD com temas históricos chega às lojas em caixa de filigrana de ouro

Uma editora nacional vai lançar, nos próximos dias, um CD dedicado ao Fado com a caixa decorada em filigrana de ouro e o preço de […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Uma editora nacional vai lançar, nos próximos dias, um CD dedicado ao Fado com a caixa decorada em filigrana de ouro e o preço de venda de mil euros, por cada exemplar. A ideia partiu da editora “A Bela e o Monstro” e, na versão de coleccionador, este trabalho apresenta uma edição numerada e limitada a 270 CD, reunindo temas históricos do Fado.

 
“Dado estar prevista a nomeação do Fado como Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO, entendemos que o momento e a data são únicos e absolutamente relevantes para Portugal e para a nossa Cultura”, explicou João Pinto Sousa, o produtor da obra. O trabalho integra 27 temas de fadistas já desaparecidos, “mas aos quais é devida uma homenagem nesta hora”, como Amália, Fernanda Baptista, Max, Fernando Maurício, Carlos Zel, Lucília do Carmo, Júlio Peres, Alfredo Marceneiro, Hermínia Silva, Tony de Matos ou Fernando Farinha, entre outros. “É por eles e por causa deles que o Fado é o que é hoje”, explicou ainda o produtor.
A maior particularidade da colecção é o facto de integrar uma caixa de CD decorada com filigrana, num modelo preparado pelo ourives Manuel Freitas, de Viana do Castelo. “Devemos ter muito orgulho na nossa filigrana, porque nós, portugueses, somos uns grandes artistas. Quando fui convidado para esta tarefa encarei-a como uma oportunidade de promover aquilo que mais amo na ourivesaria, que é a nossa filigrana”, explicou o ourives, também “confesso” amante de Fado. “Deram-me como base um esboço e, a partir daí, foi trabalhar a ideia, mas adorei. Além de tudo é algo inédito, juntar duas coisas tão tradicionais e nossas, como o Fado e a Filigrana”, acrescentou. Disponível em ouro ou prata, estas peças decoradas com a típica filigrana portuguesa têm em plano de destaque a guitarra portuguesa, “recriando todos os pormenores” através do metal precioso.
“A edição é limitada a 270 peças que estarão expostas em 19 lojas FNAC, e o seu valor será na ordem dos mil euros por peça”, acrescentou João Pinto Sousa, admitindo que a iniciativa tem ainda o apoio da Câmara de Viana do Castelo, um dos concelhos onde mais se promove o ouro tradicional. O produtor justifica esta ligação pela “força iconográfica que, quer o Fado, quer a Filigrana têm na cultura de Portugal” “Faz todo o sentido para dar ainda maior visibilidade ao momento que o Fado está a viver”, rematou.
A candidatura do Fado a Património Imaterial foi apresentada pela Câmara Municipal de Lisboa, através da EGEAC/Museu do Fado, em Junho de 2010, e será votada no VI Comité Inter-Governamental da Convenção da UNESCO, a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura, que decorre em Bali, na Indonésia, até dia 29.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts