FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 22 Jan 2015

Alto Minho: CIM pede reunião urgente a Poiares Maduro para tratar da contratualização de fundos comunitários

  A CIM Alto Minho solicitou esta quinta-feira uma reunião urgente ao ministro Poiares Maduro para tratar da contratualização de fundos comunitários. A Comunidade Intermunicipal […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

 
A CIM Alto Minho solicitou esta quinta-feira uma reunião urgente ao ministro Poiares Maduro para tratar da contratualização de fundos comunitários. A Comunidade Intermunicipal que reúne os dez concelhos do Alto Minho pede o agendamento urgente de uma reunião do Conselho de Coordenação Territorial para debater a contratualização de fundos comunitários por se tratar de uma matéria de “potencial impacto marcante e duradouro na agenda da descentralização territorial da próxima década”.
 O pedido de agendamento da reunião justifica-se devido “à urgência de que se reveste a estabilização de uma decisão relativamente às tipologias de operações dos Programas Operacionais (em particular, dos POs Temáticos, do PDR 2014-2020 e do Mar 2020) que, potencialmente, poderão ser enquadráveis nas referidas propostas de PDCT; e ao impacto fundamental que terá esta decisão na evolução (positiva ou negativa) das políticas públicas de descentralização territorial que o Estado Português pretende adotar ao nível intermunicipal NUTS III ao longo da próxima década”.
José Maria Costa, presidente da CIM do Alto Minho, lembra que as entidades intermunicipais apresentaram, a 15 de Janeiro, as Estratégias Integradas de Desenvolvimento Territorial correspondente às respetivas NUTS III, lembrando que “na última reunião do Conselho de Coordenação Territorial tive ocasião de suscitar esta reflexão, apresentando, enquanto eventual elemento de trabalho, uma proposta em tempos ponderada no âmbito do Conselho Regional do Norte da CCDRN. Como é natural, trata-se apenas de uma proposta preliminar que pode e deve ser trabalhada e melhorada em estreita parceria entre os principais atores nacionais, regionais e locais que intervêm nos diversos domínios”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts