FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 12 Jan 2015

Caminha recebe reunião de autarcas da zona Norte para tentar salvar a pesca artesanal

Esta terça-feira de manhã, Caminha recebe um encontro de autarcas da zona Norte com o objetivo de concentrarem esforços para salvar a pesca artesanal. Miguel […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Esta terça-feira de manhã, Caminha recebe um encontro de autarcas da zona Norte com o objetivo de concentrarem esforços para salvar a pesca artesanal. Miguel Alves, autarca caminhense, reúne esta terça-feira, pelas 10:30, com os autarcas do norte e respetivas associações de pescadores, nos Paços do Concelho. Em Caminha estarão os representantes dos municípios de Viana do Castelo, Esposende, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Matosinhos, Vila Nova de Cerveira e Valença e das associações de pescadores dos respetivos territórios.
Em causa está a proposta de regulamento do Conselho Europeu – COM 265 (2014), a Comissão Europeia pretende proibir a utilização de todos os tipos de redes de deriva nas pescas em todas as águas da UE o que, caso fosse aprovado, teria de ser transposto para a legislação nacional. Segundo o executivo caminhense, “o Conselho Europeu entende que o atual regulamento não é cumprido, querendo agora avançar para uma proibição absoluta e cega”.
Recorde-se que, o presidente da Câmara de Caminha já reuniu na segunda-feira passada com representantes das associações de pescadores do concelho (Vila Praia de Âncora e Caminha), Esposende e Angeiras, o comandante da Capitania do Porto de Caminha, o deputado Jorge Fão, com o objetivo de debater a proposta de regulamento do Conselho Europeu – COM 265 (2014), que poderá pôr seriamente em causa a pesca da sardinha no Norte, entre Matosinhos e Caminha, e a pesca em geral no Rio Minho, designadamente de espécies como a lampreia, sável e solha, ao proibir a pesca com redes de deriva.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts