FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 27 Jan 2015

Cidadãos lançam petição para exigir eleição dos representantes dos pais no Agrupamento de Escolas de Monção

Em Monção, está neste momento a decorrer uma recolha de assinaturas, online e em papel, para a subscrição de uma petição sob o nome “Pela […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Em Monção, está neste momento a decorrer uma recolha de assinaturas, online e em papel, para a subscrição de uma petição sob o nome “Pela eleição dos Representantes dos Pais no Agrupamento de escolas de Monção”. A petição foi lançada por um grupo de cidadãos que exige eleições para a escolha dos representantes dos pais no agrupamento de escolas de Monção e, em poucos dias, já reuniu quase duas centenas de subscritores.
Ana Maria Oliveira, signatária número 1 da presente petição, explicou à Geice que é mãe de um aluno do Agrupamento de Escolas de Monção e que, com esta iniciativa, pretende dar voz às opiniões dos encarregados de educação. Explicou que, neste momento, “os pais são os únicos que ainda não tiveram oportunidade de, num ato eleitoral, como é normal em democracia, eleger os seus representantes”.
Recorde-se que a realização de eleições para os órgãos representativos do Agrupamento foi solicitada, em março passado, com “caráter de urgência”, pelo secretário de Estado do Ensino e Administração Escolar face ao impasse diretivo naquele agrupamento, devido à anulação das eleições de dezembro de 2012 e de maio de 2013, pelo Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga. Apenas não foi feita eleição para os representantes dos pais.
Agora, Ana Oliveira explica que a iniciativa quer demonstrar que a comunidade educativa e a sociedade civil de Monção defendem que os representantes dos pais no Conselho Geral do Transitório “devem ser eleitos, tal como os outros elementos daquele órgão”.
“A comunidade exige uma eleição democrática que legitime os órgãos da escola, cansados de que estamos todos de ouvir falar em argumentos jurídicos”, pode ler-se no documento que sustenta a petição.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts