FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 23 Jan 2015

“Comparsas espanholas” na origem de mais uma polémica em Caminha

A alteração às normas e regulamento do desfile de Carnaval não foi bem acolhida pela oposição PSD na Câmara de Caminha. Em causa está, de […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A alteração às normas e regulamento do desfile de Carnaval não foi bem acolhida pela oposição PSD na Câmara de Caminha. Em causa está, de acordo com os social democratas, a principal alteração que visa a introdução de mais prémios nomeadamente para as espanholas Comparsas, cujo valor total é de 1850 euros. O PSD diz nada ter contra as Comparsas, mas diz que nunca fizeram parte do Carnaval caminhense, uma vez que a tradição se “pautava pela espontaneidade com que os grupos se juntavam para preparem as suas máscaras e que depois, aparecendo no terreiro percorriam diversas ruas, nomeadamente a conhecida “ Rua Direita “ de Caminha. Com a introdução destas comparsas, que mais não são do que uma imitação de outros carnavais o nosso cortejo de Carnaval “ castiço “ jamais entrará na Rua direita, porque os camiões que acompanham estas comparsas não cabem naquele local”, sublinha a vereadora do PSD caminhense, Liliana Silva. O PSD acrescenta que no concelho “a diferença reside na nossa tradição e o que mais nos distingue de todos os outros carnavais é o facto de ser único, espontâneo e que apela à imaginação das pessoas”. A isto acrescenta que “a discrepância de valores para aqueles que usem a imaginação e criatividade e as comparsas já tão profissionais mostra que estão a tentar mercantilizar o nosso carnaval”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts