FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 16 Jan 2015

Distrital do PSD de Viana do Castelo solidária com as preocupações dos pescadores

A Comissão Política Distrital de Viana do Castelo, face à preocupação demonstrada com a proposta de regulamento da Comissão Europeia que visa a proibição da […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Comissão Política Distrital de Viana do Castelo, face à preocupação demonstrada com a proposta de regulamento da Comissão Europeia que visa a proibição da pesca com redes de deriva, veio a público para “manifestar à classe piscatória a sua solidariedade e apoio”. Ao mesmo tempo, a Distrital Social-Democrata reitera “que esta proposta da Comissão Europeia (apresentada em Setembro do ano passado e atualmente em fase de debate) contou, desde a primeira hora, com a oposição do Governo Português, como foi já reiterado pela Secretaria de Estado do Mar e pelo Eurodeputado José Manuel Fernandes. Aliás, José Manuel Fernandes tem acompanhado de perto este processo e, ainda recentemente, frisou que “esta é uma proposta sem cabimento, porque não defende os interesses de uma Europa mais sustentável, desenvolvida e coesa na sua diversidade”, acrescentando que “no Parlamento Europeu, o PPE – que é o maior grupo político – já se assumiu manifestamente contra a proposta da comissão que levaria à proibição das redes de emalhar de deriva”. Motivos que levam Carlos Morais Vieira, o presidente da Distrital Social-Democrata, a afirmar que esta questão parece ser, nesta altura, um “não problema”. A distrital do PSD acrescenta que por entender “que a pesca artesanal desempenha um importante papel económico, social e turístico, espera que esta matéria não sirva para iludir a boa-fé dos nossos pescadores, que algumas forças políticas, à falta de outras armas de arremesso contra o Governo Português, tentam agora instrumentalizar”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts